DESTINOS FLUTUANTES

Em 2012 fui convidado pela Bureau de Fatos a me embrenhar por comunidades ribeirinhas na região de Belém do Pará, para retratar parte desse universo até então desconhecido por mim. Em dez dias fotografamos em Abaetetuba, Cumbú, Barcarena, Mojú, Belém e Soure (Marajó), roteiro que nos fez percorrer cerca de mil quilômetros pelo rio – em canoas, voadeiras, barcos de madeira, lanchas a motor, balsas de transporte de massa – e por terra – em automóveis, a pé, a cavalo e até no lombo de búfalos.

O resultado dessa expedição foi o livro Destinos Flutuantes, com pouco mais de cem fotografias em preto e branco, edição e textos de Wilson Sagae. O patrocínio foi da empresa de motores Branco.